Tenho um tempo nesta área e confesso que cada dia é uma estréia... quando a cortina se abre nunca sabemos o público que irá comprar nosso ingresso.

Cada cliente é específico, cada imóvel tem seus pontos negativos e positivos, e eu como corretora me desafio sempre a alcançar as expectativas do cliente.

Neste mundo cada vez mais high-tech, existe uma tendência em substituir o corretor de imóveis por ferramentas que dispensam o conhecimento humano. Existem produtos que podem ser vendidos facilmente por mecanismo de busca, pag seguro, etc. No ramo imobiliário é bem diferente, e dispensar um corretor deve ser a única economia que não se deve fazer. Na ultima venda que fiz, no primeiro momento pareceu fácil demais, porém o desgaste foi tão grande, o número de vezes que tive que renegociar o que já estava fechado, separar a linha tênue entre comprador e vendedor, não é algo para um amador, exige anos de trabalho, experiência, suporte jurídico, assertividade. Todas essas palavras bonitas estão muito bem definidas no Google, infelizmente ainda não existe um botão no pc de Action!

A profissão de corretor, assim como outros profissionais liberais só faz sentido se for praticada por alguém que olhe para o cliente como quem espera o arco iris após uma chuva, nunca sabemos se ele irá aparecer, mas se aparecer, lá estará nosso pote de ouro.

Dez dicas para comprar um imóvel na planta

Apesar da acomodação dos preços no mercado imobiliário, imóveis comprados na planta podem alcançar uma valorização de até 50% na entrega das chaves. O negócio, no entanto, pode deixar de ser vantajoso em casos de fraude, atraso na entrega ou endividamento da construtora. Leia a seguir as dicas dos especialistas para reduzir os riscos nesse tipo de negócio.

Escolha de um imóvel

Localização e Condições Gerais do imóvel são dois itens importantes que devem ser levados em conta na hora de avaliar o preço cobrado pelo aluguel.

No primeiro caso, observe se a infra-estrutura de serviços do bairro (supermercados, escolas, hospitais, farmácias etc.) é ideal para suprir suas necessidades. O acesso fácil e seguro ao imóvel, com variedade dos meios de transporte disponíveis na região, também deve contar pontos.

12 dicas para comprar seu imóvel

O sonhado caminho do apartamento alugado para a casa própria ficou mais curto e menos sofrido. Isso graças ao crédito farto, com prazos de até 35 anos e juros administráveis. Se as taxas ainda não são tão favoráveis quanto no Primeiro Mundo, permitem que a prestação caiba no orçamento de um número cada vez maior de compradores. Essas boas condições aguçaram, desde 2005, o interesse do consumidor e levaram as incorporadoras a lançar um número recorde de imóveis. Também cresceu a oferta de casas e apartamentos usados.